É O MEU JEITO DE PENSAR QUE ESTÁ CERTO!

É O MEU JEITO DE PENSAR QUE ESTÁ CERTO!

Essa última semana tenho pensado muito sobre esse ano de Pandemia e sobre a atual situação da nossa região, estado e país. Ontem demorei pra dormir, pensando sobre os hospitais, sobre as famílias enlutadas, pensando em empresas, pensando nas incertezas, sobre não saber direito o que está por vir.

Não foi fácil mesmo dormir essa noite! E o que mais fiquei na minha cabeça, foi: ‘ posso dizer que tem um jeito certo de encarar tudo isso?’
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como dizer para uma família que perdeu um familiar por falta de algo básico como o ar ou sem uma necessidade, como um leito, que o melhor são as empresas abertas, o importante é a economia?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como eu vou dizer para um profissional da saúde que teve que escolher qual paciente deveria receber o oxigênio, que ta fazendo falta poder sair com os amigos?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como eu vou dizer para alguém não se preocupar com a empresa fechada, ou de ficar sem salário ou de ser demitido?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como eu vou explicar para uma criança que ele não pode tocar no amiguinho ou explicar que a escola tá fechada. E, ao mesmo tempo como dizer a um professor que ele precisa voltar a dar aula presencial no meio de toda essa insegurança?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
São tantas perguntas que estão rolando aqui dentro, que a única resposta que eu consigo ter é de que não temos o direito de diminuir a dor do outro, não podemos diminuir a preocupação que a outra pessoa está sentido. São todos dilemas bem sérios sabe, só não podemos olhar para eles do nosso lugar de fala.

Precisamos ter mais compaixão!

Sobre o autor

Bárbara Albasini Bard

Bárbara Albasini Bard

CRP: 07/28670