DIA DAS MÃES REUNIDOS, MAS…. SEPARADOS!?

DIA DAS MÃES REUNIDOS, MAS…. SEPARADOS!?

Você já parou para pensar no por que existem as datas comemorativas, como o dia das mães? Excluindo a parte comercial, as datas comemorativas são formas de rituais, são uma maneira de se ressignificar as relações, são uma forma de parar e adaptar o dia em prol de algo, ou alguém, importante. E, apesar de a maternidade ocorrer todos os dias, se não existe uma data que autorize parar e relaxar nesse dia junto da família e que permita que homenagens sejam feitas, a maioria das pessoas encontra justificativas para não conseguir estar perto de sua rede.

E, de repente, existe um tal de Covid-19 que impossibilita esse dia que é autorizado para parar e estar com a família. Como é que se faz, daí? Se esquece que existe o dia das mães, afinal em época de isolamento, isso nem é importante?

Mas, será mesmo que não é importante?

O principal que a Pandemia trouxe é que as relações são fundamentais! A Pandemia mostrou quem são as pessoas que você sente falta e quer ter por perto. Então, exatamente por isso é preciso valorizar essas relações, porque no momento que o Covid-19 tirou tudo que você conhecia como habitual, o que, provavelmente, você mais sentiu falta foi das pessoas da sua rede.

E em época de isolamento como se faz para estar junto sem estar perto fisicamente?

Use a criatividade para encontrar formas de dizer o que sente. Seja através da internet, das redes sociais, através de cartas, telefonemas, vídeo chamadas. Crie junto com a sua família uma forma de ritual diferente, mas que faça sentido para vocês!

A sua família gosta de cozinhar? Faça uma receita bacana e envie para todos fazerem também;
Vocês gostam de música? Grave um vídeo cantado a sua música preferida;
O que vocês gostam é de olhar filme juntos? Faça uma lista com alguns filmes para que vocês possam olhar simultâneo, mas cada um em sua casa.

Adapte as tradições de sua família! E, acredite essas novas memórias que vocês irão construir são essenciais para fortalecer, ainda mais, essas relações!

Não deixe de mostrar o quanto as pessoas que estão a sua volta são importantes!

Use esse período para transformar as suas relações! Não encontre mais justificativas para não estar perto! Aproveite esse ensinamento da Pandemia, porque no final o que realmente fica são as relações, são as pessoas que você ama! Não espere terminar o isolamento para estar perto, aproveite agora, o hoje, para estar junto, mesmo que, separados fisicamente!

Sobre o autor

Bárbara Albasini Bard

Bárbara Albasini Bard

CRP: 07/28670